As bundas abundam no Rio de Janeiro!
Por Manuel Luciano da Silva, Médico
Janeiro 17, 2005

A palavra bunda é um termo dos negros de Angola e quer dizer nádega.  Foi levado para o Brasil no tempo da escravatura  mas  com o decorrer do tempo passou a  ter um  significado social de  grande impacto no  povo brasileiro.  

Para os brasileiros uma bunda grande, ou cuzão,  é um bom atractivo sexual. Em contrapartida  para os norte  americanos o melhor atractivo sexual são umas mamas grandes!...

As mulheres brasileiras são famosas  por serem consideradas as mais belas do mundo.  São produto dum mosaico de raças: branca, preta e  amarela resultando   em especímenes  com tezes  de ‘café com leite’ e  formatos físicos semelhantes ao corpos de guitarras…  As praias da Copacabana e da Ipanema na baía do Rio de Janeiro tornaram-se muito famosas internacionalmente  por exporem   ao sol e aos olhos dos curiosos, com binóculos ou sem eles, muitos milhares de beldades  brasileiras em bikinis. As brasileiras,  nas areias brancas da Copacabana, são verdadeiras deusas do amor: quer Venus, quer  Afrodite, com os seus corpos perfeitamente bem proporcionados, quer nos seios quer nas ancas! Autênticas maravilhas. Como dizem os cariocas entusiasticamente: que belezas, que maravilhas!

 

 

Beldades actuais na Praia do Ipanema, Rio de Janeiro,  Brasil, revelando as suas bundas...

Foto do The New York Times)

 

Mas ultimamente,  parece que o famoso pintor Pieter  Rubens de Antuérpia,  Bélgica, visitou  Copacabana e com o seu  mágico pincel desenhou só bundas  ou cuzões grandes e  mamas grandes, deformando  com a sua arte as beldades brasileiras  de antigamente!  

Que pena, que desastre! E porquê? Porque as brasileiras e os brasileiros, grandes e pequenos,  estão a tornar-se obesos!  É um doença, uma pandemia   generalizada da civilização actual, principalmente do mundo ocidental. Enquanto nos Estados Unidos da América sessenta por cento da população geral é obesa, no Brasil esta cifra já atinge os quarenta por cento!  

Nos Estados Unidos 60% de 300 milhões são 180 milhões. No Brasil 40% de 175 milhões são setenta milhões de obesos. Já é uma fartura muito grande!    E estas estatísticas são fornecidas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas.

Mas por contraste no Brasil existem quatro milhões de pessoas que passam fome todos os dias!

O Presidente actual do Brasil, Lula da Silva, diz que o problema do Brasil é a fome e não a obesidade, porque ele na campanha que fez para ser eleito declarou que quando era criança e jovem passou muita fome.

Eu confesso que esperava que os brasileiros se tornassem obesos já há mais tempo. Quando em 1959 visitei o Brasil durante 3 meses verifiquei que os brasileiros comiam muito açúcar. Espargiam açúcar em tudo mesmo na própria fruta! Nas esquinas das várias cidades havia uns vendedores de sumo de cana do açúcar que era exprimido na ocasião e os fregueses bebiam aquilo como se fosse água mineral… Além disso os brasileiros quando bebem o seu cafezinho numa chávena põem tanto açúcar que a colher segura-se por si numa posição vertical!... No mundo inteiro os países que comem mais açúcar são os Estados Unidos e o Brasil. Tanto no Brasil como nos Estados Unidos,  os refrescos e as chamadas sodas são riquíssimas em quantidades de açúcar que os jovens consomem exageradamente, aumentando assim, quase sem se aperceber,  o seu peso. 

A partir deste ano de 2005 a obesidade nos Estados Unidos passou a ser,  declarada medicamente,  como uma epidemia de carácter de emergência nacional. A obesidade passou  a ser a causa número UM  da mortalidade na América,  devido às  suas  complicações como diabetes,  tensão arterial elevada, hemorragias cerebrais e ataques do coração.  Os brasileiros deviam pôr as barbas de molho, porque de contrário, vão ter o mesmo destino, além de perderem para sempre a atracção das  beldades nas praias da Copacabana e do Ipanema!  

Recomendamos que leia este artigo para controlar o seu peso e o seu açúcar. Boa sorte:

Porque engordamos?  O que é o índice do açúcar?  

 

Controvérsia por causa das bundas!

A mensagem médico-social deste artigo gerou uma onda de controvérsia   de tal maneira que o grande jornal do Rio de Janeiro "O Globo" informou que as bundas que aparecem na fotografia exposta acima são bundas de turistas checas e não de banhistas brasileiras.... E parece que as checas querem  processar o "The New York Times".  Claro que isto é uma grandíssima tolice porque as checas não  apresentam nas suas bundas nenhum letreiro de fabricação: made na República  Checa....

O Presidente do Brasil Lula da Silva também ficou zangado com este artigo sobre as bundas e disse que o mal do Brasil  era fome e não  obesidade. Mas hoje o Presidente Lula  já vem dar a mão à palmatória e concordar com o problema  da obesidade no Brasil de tal maneira que ele reconhece que ele próprio  tem que entrar numa dieta e começar a fazer  exercício. Aqui está o artigo com esta notícia publicado esta manhã no "Times":

Return