Gosto de ver mulheres bonitas!
Por Manuel Luciano da Silva,  Médico.

 Acaba de ser publicado no “The New York Times” o resultado dum estudo científico  muito interessante, realizado no grande Hospital Massachusetts General, em Boston, quando um grupo de homens NORMAIS  foram  expostos a uma série de fotografias  de mulheres com CARAS BONITAS. 

Os cérebros destes  homens NORMAIS   revelaram um aumento  da circulação sanguínea, portanto mais actividade, nas áreas  cerebrais onde se aprecia uma boa refeição! Observou-se também que os  mesmos homens passaram mais tempo a apreciar as fotos das  mulheres bonitas,  do que daquelas que eram menos atractivas... O estudo chega a concluir que a beleza das mulheres faz bem aos homens normais! Mesmo só apreciando,  já faz bem, já consola!  Estou plenamente de acordo.

Esta conclusão faz-me pensar no grande contraste  horrendo e melodramático que se  está a passar agora no Afeganistão,  onde todas as mulheres têm que ter,  por lei,   as suas  faces  e todo o seu  corpo coberto, da cabeça aos pés, com uma indumentária  chamada Burka e os homens usam um Turbante e as barbas  têm que ter pelo menos  4 polegadas comprimento! 

Como é que se pode viver numa sociedade humana onde as caras das mulheres não podem ser expostas para serem  apreciadas?  Onde é que existe  a inspiração de Vénus e de Afrodite, Deusas do Amor? Qual é o significado de esposa e mãe no Afeganistão? Esta situação é indubitavelmente  maligna, não é normal, é deplorável. Que raio de religião  é essa que esconde, encobre  a cara das mulheres,   uma das coisas  mais belas da natureza!  As mulheres são divinas: elas criam vida, produzindo bebés e tornando-se mães.  As mulheres passam por uma experiência muito mais profunda do que os homens e têm uma satisfação muito mais íntima no fenómeno da procriação e criação das crianças do que os homens!

As amazonas
A palavra amazona é um vocábulo grego composto por ‘a’ que quer dizer ‘falta de’,  acrescido de  mastos’  ou ‘mazia’ que significa ‘mama ou seio’. Portanto a palavra amazona quer dizer ‘mulher sem mamas’. 

Na mitologia grega as amazonas eram mulheres  guerreiras que tinham que  extirpar as mamas para melhor poderem usar o escudo de defesa  e manejar à vontade a espada nos  seus  combates ou batalhas.  

Na mitologia grega  a Amazónia  era um império de mulheres que não tolerava a presença de homens. O único contacto que as amazonas tinham com os homens  era uma vez por ano,  num festival,   para que pudessem engravidar e portanto reproduzir  a continuação da raça. Mas  depois do contacto sexual,  os homens eram transformados em eunucos (eram capados) e   passavam a ser escravos no império da Amazónia.  Quando as amazonas davam à luz protegiam  as crianças femininas, mas os rapazes era  dados ao abandono! 

 Parece que no mundo actual,   o que observamos no Afeganistão, é o contrário  das amazonas gregas. Hoje são os homens,  os Talibans, com o tratamento horrível  que dão às mulheres,  a quem devemos chamar os   “Amazonas”  do século XXI! 

Baseado no significado mitológico das amazonas gregas   os exploradores  que primeiro chegaram ao Rio Oceano, como primeiro se chamou   ao rio gigantesco que hoje tem o nome de Amazonas, viram lá mulheres muito grandes,  armadas com lanças  dando o aspecto de serem muito fortes e guerreiras e por isso  não hesitaram em chamar-lhes Amazonas.  Esta é a razão porque aquela parte do Brasil se  passou a chamar Amazónia.

A cara das mulheres
O que é  que o homem vê de atractivo sexual na mulher? Estudos aprofundados,  tanto na Europa como na América, revelaram que as partes mais atraentes do corpo da mulher para o homem, são em ordem decrescente:  Primeiro as mamas;  Segundo as pernas;  e  Terceiro a face, especialmente os olhos e os lábios.  

Agora compreendo  melhor porque é que na América se gastam  anualmente, só,  em lipstick ou baton, mais de 178 milhões de dólares! E nesta quantia fabulosa de dólares não estão incluídos os corantes para o cabelo,  as pinturas à  volta dos olhos e a grande variedade de  pós  e  perfumes, tudo  para tornar as mulheres muito mais atractivas!  Esta conta ronda, por ano, muitos biliões de dólares! Louvado seja Deus!

Um facto que se verifica é que as mulheres usam mais baton quando o país atravessa uma depressão económica.  Foi assim depois da Grande  Depressão de 1929  e actualmente passasse o mesmo  depois da catástrofe de 11 de Setembro em Nova Iorque e em Washington.  Talvez porque o baton seja  a coisa luxuosa mais barata, as mulheres  aplicam mais baton para exprimir mais a sua feminidade, romance e até patriotismo, por se tratar dum símbolo vermelho! 

Baton ou lipstick  comprometedor
Nunca gostei de mulheres que se pintam  muito ou usem demasiado  baton!  Porquê?  Por causa das minhas primeiras aventuras amorosas em Nova Iorque.  Foi no dia 26 de Janeiro de 1946,  que o meu irmão Hermínio  e eu chegamos, como imigrantes,  a Brooklyn, Nova Iorque.  O primeiro conselho que o nosso pai nos deu, foi arranjarmos o maior número variado  possível de namoradas americanas  ou “girl friends” para  aprendermos  o inglês mais  rápida e  facilmente.   E nós  de bom grado acedemos ao  bom conselho do nosso pai!..

Em 1946, Nova Iorque era uma  cidade  fabulosa.  Vivia-se num período eufórico pela grande victória da II Guerra Mundial.  Havia na cidade as melhores orquestras do mundo:  Benny Goodman, Guy   Lombardo, Xavier Cugart e muitas outras. Portanto no fins de semana, o meu irmão, meu primo e eu íamos  à  “caça”!... Naquele tempo,  porque não tinha ainda chegado a “libertação das mulheres”, a única  coisa que a conseguíamos era umas beijocas e nada mais.  Dentro do automóvel, nos cinemas de noite  ao ar livre  ou “drive-ins” era melhor do que nos “night clubs”...  Mas  por causa das beijocas ao  limparmos os nossos lábios  antes de chegarmos a casa, deixávamos  bem  marcado nos lenços brancos  o  diabo do baton comprometedor que a minha mãe não conseguia  lavar  porque era um vermelho muito agarradiço!   Combinamos então, todos três,  em atirar os lenços fora! Porém,  não demorou muito tempo em que a minha  mãe começasse a dizer: “Agora tenho que comprar lenços às dúzias porque eles têm asas para voar!”.  Naquele tempo não havia a abundância de guardanapos de papel como há hoje. Mas  apesar das minhas aventuras amorosas eu aproveitei bem o tempo  e  aprendi o inglês bem depressa.

Mascotes de circo
Quando um homem vai para a cama com uma mulher que se pinta muito, não demora muito tempo que os dois  fiquem igualmente mascarados de tal maneira que se parecem iguais a palhaços de circo... . Parece ridículo mas é verdade!  Eu estou em que crer que as mulheres  que se pintam muito fazem-no, mesmo  sem se aperceber,  para que a pintura  funcione como se fosse uma carapaça para que não sejam  “atacadas” pelo homem... Porque será que as mulheres se pintam tanto? Não será para encobrir qualquer complexo?   Porque será que as mulheres gostam tanto  de usar ao mesmo tempo  uma variedade de  anéis? Não será também  para  encobrir qualquer complexo ou desviar a atenção de qualquer coisa no seu corpo que ela considere somenos?!  Uma coisa é  certa: toda a mulher quando usa um decote  fundo sabe muito bem que essa exposição capta  os olhares dos homens para o rego das mamas.  E com este truque  os homens não notam que ela, por exemplo, tem peso a mais!  

Calças compridas
Na minha aldeia quando eu era criança,  as mulheres usavam as sais arredondadas até aos tornozelos. Depois que saí da minha aldeia e fui para uma vila por causa do meus estudos liceais,  comecei a ver as mulheres com saias  até ao meio da perna ou com a beira da saia uma polegada abaixo dos joelhos. Mas depois dos anos sessenta as beiras das saias começaram a subir, atingindo o estilo  de mini-saias de tal maneira que quase andavam com o rabo à mostra.... Porém nas últimas décadas as mulheres passaram ao outro extremo, começando  a usar calças compridas e portanto  cada vez vemos  menos o segundo atractivo, ou seja as pernas das mulheres...É realmente lastimável! 

Os estilistas ou homens da moda
Foi preciso a pandemia da Sida ou AIDS  revelar  ao mundo inteiro  que a maioria dos estilistas ou  os homens mais famosos da criação da moda eram homossexuais e muitos deles  já até  morreram por causa desta doença terrível.   Agora mais facilmente compreendemos porque é  que sendo certas modas criadas por homossexuais, os  seus estilos  e as suas cores não favorecem,  não realçam, não tornam mais apetitosa,   a pele da mulher que afinal é  o  órgão  maior e mais importante sexualmente da mulher! 

As mulheres preocupam-se muito com os vestidos, gastam fortunas em roupa variada, quando afinal todo homem quando olha para uma mulher presta muito mais atenção à pele da mulher e não ao vestido ou indumentária que ela tenha vestida. Não gosto nada de mulheres espampanantes ou que dêem espectáculo.  

Toda a mulher inteligente também sabe que para captar a atenção do homem tem que  apresentar a sua pele duma forma subtil, mostrar um pouco da sua pele, um apetite da sua pele, para que o cérebro do homem comece a imaginar os seus  prazeres sexuais.  Por muito estranho que pareça uma mulher totalmente nua, perde as expectativas sexuais.  É  preciso estar coberta parcialmente ou que a sua pele seja contrastada com a luz, para que  desperte, que estimule mais o desejo sexual  do homem.  

Nos últimos anos as mulheres que lêem as notícias na televisão americana  apresentavam-se muito masculinas, com casacos  iguais aos dos homem  e até as blusas não tinham cor que as tornassem femininas. Felizmente,  mais recentemente,  as noticiaristas  femininas começaram a usar  blusas com golas largas e brancas ou de cor claras, ou rosadas,  tornando a sua  pela e as suas caras  mais femininas e atractivas. Aprovado.  

Minha definição de mulher bonita
Para mim uma mulher bonita não é só  ter feições atractivas. É  preciso que tenha vivacidade e optimismo. Que seja discreta e subtil no uso dos corantes  e no baton. Que use a   saia até ao joelhos e as cores da sua roupa devem enaltecer a sua pele para a tornar mais viçosa e atraente. Deve  ser também comedida no uso dos anéis e brincos. 

Para mim esta é a mulher ideal.   Qual é a sua? 

Return